Code Review: como fazer as revisões necessárias no seu código

O code review, ou revisão de código, é um processo essencial para o desenvolvimento de softwares. 

Além de ser fortemente recomendado pelos especialistas de engenharia de software, a revisão traz segurança e agilidade ao projeto, principalmente quando aliado às ferramentas de automação.

Apresentamos aqui os pontos principais das boas práticas do code review, a sua importância para o desenvolvimento e como o Insider pode facilitar esse processo.

 

O que é code review?

O processo de revisão é comumente atribuído ao desenvolvimento de projetos open source, sendo também muito utilizado por empresas de desenvolvimento de software. Mas ele não se limita a isso.

Ao desenvolver um código, seja para aplicações web ou mobile, é de suma importância verificar se há erros e brechas no sistema. A melhor forma de realizar essa etapa é por meio da revisão do código, ou seja, aplicando o code review

Durante a revisão do código, o objetivo é verificar se há vulnerabilidades, como dados sensíveis e brechas para invasões no sistema.

O processo de revisão do código pode ser feito manualmente, de preferência por um desenvolvedor que não tenha contribuído para a construção do código. Porém, também é possível automatizar essa etapa.

Com o uso de ferramentas durante o code review, a revisão é mais prática. Dessa forma, é possível economizar o tempo da equipe e garantir uma revisão mais segura.

Entre algumas recomendações do code review, é importante que ele não seja uma última etapa no desenvolvimento do código.

O processo de revisão ideal caminha com a produção do código, variando a frequência conforme o projeto em questão. Se vai ser feito a cada commit ou não, por exemplo, é uma questão que depende do que está sendo feito e quais recursos a equipe dispõe para isso. 

 

Qual é a importância de revisar o código?

Os processos de desenvolvimento de sistemas estão cada vez mais avançados e modernizados. E assim como os sistemas ficam mais sofisticados, também aumentam as ameaças cibernéticas

A revisão do código serve para garantir que o código está blindado contra vulnerabilidades, como o roubo de dados e invasões do sistema. Dessa forma, as chances de uma aplicação de malwares ou que o sistema fique fora do ar, são mínimas. 

Sendo assim, o motivo principal para realizar o code review é garantir que você está entregando um código seguro e sem erros, pronto para ser colocado em prática. 

 

Como aplicar o code review?

A colaboração da equipe nesse processo é fundamental, mesmo que você não tenha uma esteira de desenvolvimento estabelecida. 

Para a realização do code review, o ideal é que a revisão seja feita por um desenvolvedor que ainda não tenha participado do projeto, para que nenhum detalhe passe despercebido. 

Ao fazer a revisão de um código escrito por você mesmo, é provável que algumas falhas não sejam encontradas, já que o seu olhar vai ficando “viciado” naquelas informações.

Porém, mesmo que você não tenha uma grande equipe para assegurar a integridade do código, é possível realizar o code review de maneira eficiente. 

E se você conta com uma esteira de desenvolvimento, a revisão será mais uma etapa importante para a entrega final. 

O que irá ajudar a sua equipe, independente de como ela seja, são as boas práticas de revisão do código, com passos importantes para chegar ao melhor resultado.

 

Wiki e Checklists

Manter a documentação atualizada é fundamental para o processo de revisão, sendo importante para quem revisa e para quem escreveu o código.

Ao manter documentado os objetivos do código, como ele deve funcionar e quais testes já foram realizados, fica mais fácil que erros sejam encontrados e sugestões surjam. 

Por meio de checklists, por exemplo, é mais fácil encontrar vulnerabilidades do código. Se o revisor do código sabe o que procurar, isso torna o trabalho mais ágil para todos. 

A documentação também ajuda o autor do código a entender o que foi modificado e por quê. Cada pequena alteração no processo deve ser descrita e revisada durante todo o processo. 

Também é importante que o code review seja realizado sobre os testes, assegurando que tudo funciona como é esperado, além de indicar se outros testes devem ser realizados e como devem ser feitos.

 

Atualização constante

Um dos erros que podem acontecer é a desatualização da equipe. Com os avanços tecnológicos da engenharia de software, avançam também as ameaças. 

Por isso, é importante que tanto o autor quanto o revisor do código estejam a par das práticas mais recentes.

Dessa forma, o trabalho no código é constante, mantendo-o atualizado e à prova de falhas, das mais previsíveis às mais complexas.

 

Automação e ferramentas do Code Review

O processo manual do code review pode ser demorado. Porém, é recomendado por especialistas que a revisão não dure mais que 15 minutos.

Isso porque não é saudável que uma grande parte do código seja revisada de uma vez. Além de levar mais tempo, pode tirar o foco do que é importante para aquela revisão. 

Para otimizar esse processo, o mais indicado é que cada revisão seja feita conforme a etapa do desenvolvimento. Essas revisões podem ser feitas a cada commit ou a cada alteração do código que seja necessária a revisão.

Outra forma de melhorar o processo é com a automação do code review, que consiste em um sistema que faça a varredura do código, buscando por vulnerabilidades. 

Duas formas de fazer isso é por meio do Dynamic Application Security Testing (DAST) ou a Static Application Security Testing (SAST).

As duas práticas — dinâmica e estática — devem ser aplicadas em momentos diferentes do desenvolvimento do código, mas ambas auxiliam a revisão a encontrar as vulnerabilidades mais comuns. 

Para aplicar essas técnicas, é possível utilizar um software que realize esse processo, como o Insider.

O sistema do Insider funciona como um Software Composition Analysis (SCA), capaz de identificar falhas em vários tipos de linguagens diferentes, incluindo Python, Java, Kotlin, Javascript, Swift (IOS), C#, Ruby e Flutter. 

É importante ressaltar que, mesmo com o uso da ferramenta, a revisão manual também deve ser parte do processo. A automação ajuda a agilizar o code review, mas precisa ser supervisionada por um revisor. 

O code review aliado à automação de testes de segurança garante a funcionalidade do seu código, além de proteger o sistema contra vulnerabilidades. Teste gratuitamente o scan do Insider e garanta um código mais seguro ainda hoje. 



Receba novidades:







    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *